INFLUENZA OU GRIPE? TRATAR E VACINAR

Tempo de leitura: 5 minutos  
 

Influenza

Os sintomas da Influenza incluem febre, tosse, dor de garganta, nariz escorrendo ou entupido, dores no corpo, dor de cabeça, calafrios e fadiga.

Algumas pessoas, especialmente crianças, podem ter outros sintomas como vômitos ou diarreia.

Existem casos em que as pessoas podem estar infectadas com o vírus que causa gripe e não ter sintomas, mas mesmo assim, transmitem para outras pessoas.

Anualmente existem infecções que acometem a população com um ciclo sazonal.

Geralmente,ao iniciar o outono aumenta a circulação dos vírus contaminando a população.

Para evitar o contato e a doença pelo Influenza, deve sempre que possível, estar vacinado e tomar todas as medidas preventivas.

O que é influenza

Existem vários vírus que causam infecções respiratórias que classificamos de gripe, como o adenovírus ou vírus sincicial respiratório.

A Influenza é causada apenas pelo vírus Influenza, ele é bastante mutável e sofre variações criando subtipos.

A infecção por influenza vírus acomete a população em epidemias anuais.

A gravidade de cada epidemia não pode ser avaliada no início, por isso, é tão importante a prevenção.

 VacinaçãoInfluenza2

A SBIM (sociedade Brasileira de Imunização) recomenda uma vacina contra a gripe anual como o primeiro e mais importante passo na proteção contra a gripe, evitando assim suas complicações.

O SUS (Sistema único de saúde) disponibiliza a vacina para os grupos de risco e para crianças de 6 meses a 5 anos 11 meses e 29 dias de idade.

Embora existam muitos vírus  diferentes, as vacinas contra a gripe protegem contra os 3 ou 4 vírus que a pesquisa sugere serem os mais comuns da estação circulando.

publicidade

As vacinas de três componentes contêm um vírus H3N2, um H1N1 e um B. As vacinas de quatro componentes possuem um componente adicional do vírus B.

A vacina tem na sua composição os vírus da estação. Por isso a vacina do ano anterior não é a mesma utilizada no ano seguinte.

A vacinação contra influenza tem como objetivo reduzir as complicações como sinusites, pneumonias ou outras doenças que iniciam com secreção ou broncoespasmo.

A vacinação também consegue reduzir o número de consultas médicas,as faltas escolares e as faltas nos empregos. Temos também reduzido o número de hospitalizações relacionadas à gripe.Influenza8

Esta campanha de vacinação também demonstrou reduzir significativamente a mortalidade infantil.

Sempre as crianças e os idosos são os mais acometidos, outro grupo de risco são as pessoas que possuem qualquer doença associada(como asma por exemplo). Estas correm um risco maior de apresentar um caso mais grave.

Estudos mostram que mesmo que alguém adoeça após a vacinação, a doença deve ser mais branda.

Toda população acima de 6 meses de idade deve receber a vacina contra a gripe anualmente, sempre antes que a epidemia comece em sua comunidade.

Logo, a vacinação começa no final do verão.

publicidade

Influenza7

O grupo de risco

Este grupo é composto por crianças pequenas, gestantes, pessoas com doenças crônicas (como asma, diabetes ou doenças cardíacas e pulmonares) e idosos com mais de 65 anos de idade.

A vacinação também é importante para os profissionais da área de saúde.

Outras pessoas que vivem ou cuidam de pessoas de alto risco devem ser vacinadas, e assim, evitam espalhar a gripe para o grupo de risco (profissionais de creches por exemplo).

Baby 222

Bebês com menos de 6 meses correm um risco elevado de doença gripal grave, mas são demasiado jovens para serem vacinadas.

Por isso é tão importante vacinar quem cuida deles, ou convive no mesmo ambiente.

Estudos mostram que a vacinação contra a gripe na mãe, durante a gravidez, pode proteger o bebê após o nascimento durante vários meses.

Como impedir a propagação de germes

Influenza9

  • Tente evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Usar máscara
  • Enquanto estiver doente, limite o contato com os outros, tanto quanto possível, para evitar contaminá-los.
  • Se uma pessoa estiver doente com uma doença semelhante à gripe, é recomendável que fique em casa por pelo menos 24 horas após a febre ter desaparecido.
  • Cubra o nariz e a boca com um lenço ao tossir ou espirrar.
  • Depois de usar um lenço de papel, jogue-o no lixo e lave as mãos.Influenza11
  • Lave as mãos frequentemente com sabão e água. Se o sabão e a água não estiverem disponíveis, use um gel para as mãos à base de álcool.
  • Evite tocar seus olhos, nariz e boca. Os germes se espalham dessa maneira.
  • Limpe e desinfete superfícies e objetos que possam estar contaminados com germes como a gripe.

Quando procurar atendimento

Em caso de gravidade procurar uma emergência próxima .

São sinais de gravidade febre alta, febre persistente, sonolência, ou uma queda importante do estado geral.

Os medicamentos mais utilizados são os sintomáticos ( antitérmicos e analgésicos). Antivirais podem ser usados ​​para tratar a doença.

Drogas antivirais são diferentes dos antibióticos. Eles são medicamentos prescritos e não estão disponíveis sem receita médica.

Drogas antivirais podem tornar a doença mais branda e encurtar o tempo de duração da doença.

O tratamento antiviral é utilizado em pessoas gravemente doentes ou pessoas com alto risco de complicações graves da gripe.Influenza6

O tratamento com antivirais deve ser iniciado dentro de 48 horas após ficarem doentes.

Pode  iniciá-los mais tarde, e apesar de sua resposta ser menor, pode ser a unica medicação no caso de doentes graves do grupo de risco.

Referências

Doctissimo Santé

Mayo Clinic

NHS England

publicidade