OTITE AGUDA :SINTOMAS E TRATAMENTO

Tempo de leitura: 6 minutos  
 

Definição

Uma infecção no ouvido (às vezes chamada de otite média aguda) é uma infecção do ouvido médio, no espaço cheio de ar atrás do tímpano que contém os minúsculos ossos vibratórios do ouvido.

As crianças são mais propensas que os adultos a contrair infecções de ouvido.OTITE AGUDA :SINTOMAS E TRATAMENTO, Pediatria Sem Segredo

Como as infecções de ouvido geralmente desaparecem por conta própria, o tratamento pode começar com o gerenciamento da dor e o monitoramento do problema.

Às vezes, antibióticos são usados ​​para curar a infecção.

Algumas pessoas são propensas a ter múltiplas infecções de ouvido.

Isso pode causar problemas auditivos e outras complicações graves.

 Sintomas

O aparecimento de sinais e sintomas de infecção no ouvido é geralmente rápido.

Os sinais e sintomas mais comuns em crianças incluem:

  • Dor de ouvido, especialmente quando deitado, os bebês colocam a mão na orelha
  •  Sono inquieto,choram ou gemem  ao dormir
  • Choram mais que o normal
  • Possuem uma sensação de água no ouvido
  • Problemas para ouvir ou responder a sons
  • Perda de equilíbrio
  • Febre de 38 º C ou superior
  • Secreção saindo  no canal auditivo
  • Dor de cabeça
  • Perda de apetite

Quando consultar um médico

Os sinais e sintomas de uma infecção no ouvido podem indicar uma série de complicações.

Desta forma, esta doença pode acometer adultos, principalmente como complicação de um resfriado que apresentou sintomas intensos.

Assim, é importante obter um diagnóstico preciso e tratamento imediato.

Então, procurar atendimento médico quando:

  • Os sintomas duram mais de um dia
  • Os sintomas estão presentes em uma criança com menos de 6 meses de idade
  • Dor no ouvido é intensa
  • Se o  bebê ou criança pequena está sem sono ou irritável após um resfriado ou outra infecção respiratória superior
  • Observar uma saída de secreção, pus ou sangue no ouvido

CausasOTITE AGUDA :SINTOMAS E TRATAMENTO, Pediatria Sem Segredo

Dentro do ouvido a membrana timpânica separa o canal auditivo do ouvido médio.
Este espaço do ouvido médio tem ligação com a garganta pela trompa de Eustáquio.
Uma infecção no ouvido é causada por uma bactéria ou vírus no ouvido médio.

publicidade

Essa infecção geralmente resulta de outra doença – resfriado, gripe ou alergia – que causa congestão e inchaço das passagens nasais, garganta e trompas de Eustáquio.

Função das trompas de Eustáquio

As trompas de Eustáquio são um par de trompas estreitas que vão de cada ouvido médio até o fundo da garganta. A extremidade da garganta dos tubos abre e fecha para:

  1. Regular a pressão do ar no ouvido médio
  2. Atualizar o ar no ouvido
  3. Drenar secreções normais do ouvido médio

As trompas de Eustáquio inchadas podem ficar bloqueadas, causando a acumulação de líquidos no ouvido médio.

Este líquido pode ser infectado e causar os sintomas de uma infecção no ouvido.

Nas crianças, as trompas de Eustáquio são mais curtas,estreitas e horizontais, o que as torna mais difíceis de drenar e mais propensas a entupir.

Função das adenoides

Adenoides são duas pequenas almofadas de tecidos na garganta, na parte de trás do nariz que, desempenham um papel na atividade do sistema imunológico.OTITE AGUDA :SINTOMAS E TRATAMENTO, Pediatria Sem Segredo

Como as adenoides estão próximas da abertura das trompas de Eustáquio, o inchaço das adenoides pode bloquear as trompas.

Isso pode levar à infecção do ouvido médio.

O inchaço e a irritação das adenoides são mais propensos a desempenhar um papel nas infecções de ouvido em crianças, porque as crianças têm adenoides relativamente maiores em comparação aos adultos.

publicidade

Outras complicações

As condições do ouvido médio que podem estar relacionadas a uma infecção ativa no ouvido ou resultar de outros problemas como:

  1. Otite média com efusão ou edema e acúmulo de líquido (efusão) no ouvido médio sem infecção bacteriana ou viral.

Isso pode ocorrer porque o acúmulo de líquidos persiste após uma infecção no ouvido melhorar.

      2.Também pode ocorrer devido a alguma disfunção ou bloqueio não infeccioso das trompas de Eustáquio.
3.Otite média crônica com efusão ocorre quando o líquido permanece no ouvido médio e continua retornando sem infecção bacteriana ou viral.

Isso torna as crianças suscetíveis a novas infecções de ouvido e pode afetar a audição.

      4.Otite média supurativa crônica é uma infecção no ouvido que não desaparece com os tratamentos usuais. Isso pode levar a um buraco no tímpano.

Fatores de risco

Os fatores de risco para infecções de ouvido incluem:

Idade: Crianças entre 6 meses e 2 anos são mais suscetíveis a infecções de ouvido devido ao tamanho e formato de suas trompas de Eustáquio e porque seu sistema imunológico ainda está em desenvolvimento.

OTITE AGUDA :SINTOMAS E TRATAMENTO, Pediatria Sem Segredo
Creche: As crianças em grupos são mais propensas a ter resfriados e infecções no ouvido do que as crianças que ficam em casa. Logo,em grupos, são expostas a mais infecções como o resfriado comum.
Alimentação infantil: Bebês que usam mamadeira, especialmente enquanto estão deitados, tendem a ter mais infecções no ouvido do que os que são amamentados.
Fatores sazonais: As infecções de ouvido são mais comuns durante o outono e o inverno. Estudos mostram que pessoas com alergias podem ter um risco maior de infecções no ouvido comparado ao resto da população.
Má qualidade do ar: A exposição à fumaça do tabaco ou à poluição do ar pode aumentar o risco de infecções no ouvido.
Fenda palatina: Diferenças na estrutura óssea e nos músculos de crianças com fenda palatina podem dificultar a drenagem da trompa de Eustáquio.

DiagnósticoOTITE AGUDA :SINTOMAS E TRATAMENTO, Pediatria Sem Segredo

O médico geralmente pode diagnosticar uma infecção no ouvido ou com base nos sinais e sintomas apresentados .

Durante a consulta fará o exame da membrana timpânica, sempre que possível, com um otoscópio.

Com isso, o exame da garganta também será importante no diagnóstico final.

Geralmente as crianças apresentam vários sintomas associados, assim, o pediatra prefere fazer o exame físico completo sempre.

Testes adicionais

Poderá ser necessário realizar outros testes. Então, se houver alguma dúvida sobre um diagnóstico, se o paciente  não tiver respondido ao tratamento anterior, ou ainda, se houver outros problemas graves ou de repetição. O mais indicado sempre, é iniciar um acompanhamento com o  otorrinolaringologista.

Timpanometria. Este teste mede o movimento do tímpano. O dispositivo, que sela o canal auditivo, ajusta a pressão do ar no canal, o que faz com que o tímpano se mova. O dispositivo mede quão bem o tímpano se move e fornece uma medida indireta de pressão dentro do ouvido médio.

Outros testes. No caso de várias infecções no ouvido ou acúmulo de líquidos no ouvido médio, seu otorrinolaringologista fará testes para avaliar perdas auditivas(Audiometria ou Bera). Geralmente esses testes são feitos de rotina dependendo da criança.

Etapas da infecção

  • Otite média aguda. O diagnóstico de “infecção no ouvido” geralmente é uma abreviação de otite média aguda. O seu médico provavelmente fará esse diagnóstico se detectar sinais de líquido no ouvido médio, se houver sinais ou sintomas de uma infecção e se os sintomas começaram de forma relativamente repentina.
  • Otite média com efusão. Se o diagnóstico é de otite média com efusão, o médico encontrou evidências de líquido no ouvido médio, mas atualmente não há sinais ou sintomas de infecção.
  • Otite média supurativa crônica. Se o médico faz um diagnóstico de otite média crônica supurativa, ele ou ela descobriu que uma infecção no ouvido a longo prazo resultou em rompimento do tímpano. Isso geralmente está associado à drenagem da secreção do ouvido médio para o canal auditivo e orelha.OTITE AGUDA :SINTOMAS E TRATAMENTO, Pediatria Sem Segredo

Tratamento

Algumas infecções de ouvido desaparecem sem tratamento com antibióticos.

Entretanto a melhor conduta depende de muitos fatores, incluindo a idade do paciente e a gravidade dos sintomas

Os sintomas de infecções de ouvido geralmente melhoram nos primeiros dois dias, e a maioria das infecções desaparece sozinha dentro de uma a duas semanas sem nenhum tratamento.

Estudos mostram que uma abordagem de observação e possível reavaliação quando examinar:

  • Crianças de 6 a 23 meses com dor leve no ouvido médio em um ouvido por menos de 48 horas e temperatura inferior a 39 ° C .
  • Crianças com 24 meses ou mais com dor leve no ouvido médio em um ou ambos os ouvidos por menos de 48 horas e temperatura abaixo de 39 ° C.

Algumas evidências sugerem que o tratamento com antibióticos pode ser útil para certas crianças com infecções no ouvido.

Dependendo de cada caso o antibiótico utilizado será tópico ou sistêmico.

Por outro lado, o uso frequente de antibióticos pode fazer com que as bactérias se tornem resistentes ao medicamento.

As otites são muito dolorosas. Logo, o tratamento para diminuir a dor da infecção é muito importante. Desta forma, os analgésicos (e antitérmicos) mais utilizado são: paracetamol, dipirona ou ibuprofeno.

Enfim, utilize os medicamentos conforme indicado pela receita médica.

Tenha cuidado ao dar aspirina a crianças ou adolescentes. Crianças e adolescentes em recuperação de varicela ou sintomas semelhantes aos da gripe nunca devem tomar aspirina, porque a aspirina foi associada à síndrome de Reye.
Contudo, medicações tópicas contendo anestésicos podem levar a perda auditiva.

Desta forma, elas podem ser usadas para aliviar a dor, desde que o tímpano não tenha sido perfurado.

Infelizmente um pequeno orifício no tímpano pode deixar passar esta medicação para o  ouvido médio e fazer uma lesão irreversível.

Por fim, nunca faça automedicação.

Referências

Boston Children s hospital

Doctissimo Santé

Heathy.orgchidren

Mayo Clinic

NHS England  

publicidade